Maximizando a rentabilidade da Fazenda: Resultados de campo e casos de sucesso. Rodrigo de Souza Costa

Maximizando a rentabilidade da Fazenda: Resultados de campo e casos de sucesso Rodrigo de Souza Costa Introdução • Apresentação equipe Técnica DSM;...
8 downloads 0 Views 2MB Size
Maximizando a rentabilidade da Fazenda: Resultados de campo e casos de sucesso Rodrigo de Souza Costa

Introdução

• Apresentação equipe Técnica DSM; • Métodos de trabalho; • Resultados; • Efeito na rentabilidade.

Equipe

• 16 técnicos dedicados ao atendimento do segmento leite; • 4 Coordenadores técnicos: - Marcelo Machado – SE; - Diego Magro – Sul; - Liberato Oliveira- NE; - Marcelo Sousa – Centro Oeste

Serviços •

Koster – adequando teor de matéria seca

• Penn State® – ajustando o teor de fibra na dieta e antecipando aos transtornos

Serviços •

Granutest® – Estima degradabilidade ruminal do milho e avalia processamento.

• Análise do Leite – Ajuste nutricionais conforme sólidos no leite

Serviços •

Ketovet® - monitoramento nos níveis de BHBA e ocorrência de cetose

• Medição pH urinário – antecipando ao risco de transtornos causados pela hipocalcemia

Serviços •

I-Check® and iEx® - Monitoramento nos níveis plasmáticos de betacaroteno

Serviços •

I-button®: barato, rápido e eficiente Data logger para temperatura

39,50 39,40

39,30 39,20 39,10 39,00 38,90

38,80 38,70 38,60 38,50

Banho Banho

Banho

Diagnóstico preciso quanto aos fatores ambientais 40,00 39,80 39,60

39,40 39,20 39,00 38,80 38,60

38,40 38,20

Banho

MÉDIA 39,70 Banho

39,20 Banho

38,70 MËDIA

38,20

39,40

MÉDIA

39,20 39,00

38,80 MËDIA

38,60

38,40 38,20

MÉDIA 39,40 39,20 39,00 38,80

38,60 38,40 38,20

MËDIA

ROI do Programa de Transição Investimento

R$

Bovigold® Beta Pré Parto

90

Bovigold® Beta Pós Parto

105

Total

195

Benefício Retenção de placenta caindo de 19,25% para 4,95%

Valor do benefício (R$/vaca.ano)

Benefício

Valor do benefício (R$/vaca.ano)

286

Total (R$)

286

Aumento na taxa de prenhez em 5,5%

173,50

173,50

459,50

Casos de sucesso Vacas em lactação

Produtividade (Litros/vaca/dia)

Taxa de Concepção (%)

Taxa de Prenhez (%)

Taxa de Serviço (%)

Retenção de Placenta (%)

2014

280

28,1

28,3

13,6

48,2

14,5

2015

270

30,5

33,0

16,5

50,1

9,3

2016

330

33

35,1

21,6

61,6

5,1

2017

370

35

35,5

20,9

58,9

5

Fonte: Benedito Rennó, 2018

Período Pré-Parto com suplementação adequada

Ocorrência de retenção de placenta 25 20

15

Ocorrência de retenção de placenta

10

5 0 Suplemento padrão

Bovigold Beta Pré Parto Fonte: Rodrigo Moraes ATC

Taxa de Concepção

Julho 2014 – Abril 2015 Julho 2015 – Abril 2016

Fonte: Marcio Reis

Taxa de Prenhez

Julho 2014 – Abril 2015 Julho 2015 – Abril 2016

Fonte: Marcio Reis

Relação entre suplementação com Betacaroteno e desempenho produtivo 60 50 40 30 20 10 0

< 3,21 mcg.ml 3,21 - 4,82 mcg/ml > 4,82 mcg/ml DG1 (%)

DG2 (%)

Perda Prenhez (%) Fonte: Madureira, 2016

Caso de sucesso

• Crina® 110.000 vacas; Datas

Lote 1

Lote 2

Lote 5

26/mar

38,0

34,0

17,0

10/abr

40,9

35,7

18,4

16/abr

40,7

35,8

20,4

23/abr

39,0

31,0

22,5

30/abr

41,5

36,8

21,3 Fonte: Giovani Noro, 2017

Uso de CRINA® no Reino Unido

IMS (kg/cab/d)

19.8

19.8

NS

Produção de leite (kg/cab/d)

37.8a

40.6b

0.003

4% LCG (kg/cab/d)

38.6a

41.9b

0.015

Gordura no leite (%)

4.0

4.04

NS

Proteína no leite (%)

3.12

3.10

NS

PRODUÇÃO DE LEITE Bovigold C.Rumistar

33

Bovigold Plus

31

01/06/2017

29 27 25

Média (L/vaca/dia) 2 Litros/vaca/dia; R$ 3.360/mês

Fonte: Rodrigo Moraes ATC

PRODUÇÃO DE LEITE

25

Bovigold Crina

24

Nac Biotina 650

23 22

21 20 19 18

Média (Litros/vaca/dia) 1,5 Litros/vaca/dia; R$ 7.119/mês

Fonte: Rodrigo Moraes ATC

25 24

PRODUÇÃO DE LEITE

Bovigold Crina Ração Comum

23 22 21 20 19 18

Média (Litros/vaca/dia) 1 Litros/vaca/dia; R$ 2.226/mês

Fonte: Rodrigo Moraes ATC

Combinação entre CRINA® Ruminants & RONOZYME® RumiStar™

Monensina

Monensina + RumiStar™

CRINA® + RumiStar™

IMS (kg/vaca/d)

15.7a

17.3b

17.7b

Gordura do leite (%)

4.06a

3.88b

4.51c

Proteína do leite(%)

3.31a

3.25a

3.48b

3.5% LCG (kg/vaca/d)

21.2a

22.3b

23.1c Fonte: Embrapa, 2017

Casos de Sucesso 45

300

40

250 35

30

200

39,44

35,68

39

36,7

41,8

37,4

42,7

39,1

42,2

37,5

41,9

37,4

41,9

35,4

39,3

34,2

39,24

33,6

37,86

32,9

36,1

34,5

34,7

34,2

15

34,8

20

37,1

25 150

Produção 2016 Produção 2017

100

DEL 2016 DEL 2017

10 50 5 0

0

Fonte: Marcio Reis, 2018

Metionina Item

Controle

Mepron

P

IMS close up

14.6

15,8

0,01

IMS fresh

16.1

17.7

0,01

Produção de leite (kg/dia)

37.1

41.2

0,03

Gordura (%)

4.10

4.07

0,58

Proteína

3.19

3.35

0,04

Nul (mg/dl)

13.1

13.5

0,41 Fonte: Batistel, 2017

PRODUÇÃO DE LEITE 25

Bovigold Crina Metionina

24

Novo Bovigold

23 22 21 20 19 18

Média (Litros/vaca/dia) 2,12 Litros/vaca/dia; R$ 24.931/mês

Fonte: Rodrigo Moraes -ATC

Evolução nos níveis de sólidos no leite com a utilização de metionina protegida ROI de R$ 0,31 por vaca/dia

4 3

Proteína (%)

2

Gordura (%)

1 0 Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio Fonte: Edivan de Jesus, 2017

200 vacas, 44L/média por vaca, 28% taxa de prenhez Crina®:

Eficiência Alimentar (Jan-Dez 2016 x Jan-Ago 2017): 1,46-1,55 Kg leite/Kg MSI R$ 4.850/ano (0,09 MSI x R$ 15,5/K MS média/21Kg DMI média x 200 vacas x 365 dias)

RumiStar™:

+1,2L/vaca (x 200 vacas x R$ 1,30/L x 365) = R$ 114.000/ano

Mepron®:

-700g farelo de soja/vaca x R$ 1,05/Kg farelo de soja x 200 vacas x 365 dias = R$ 53.655/ano

Total:

R$ 172.505

Investimento:

R$ 108.040

Lucro :

R$ 64.465/ano ou R$ 5400/mês

ROI:

1 : 1,59 Fonte: Marcelo Machado, 2017

Existe avaliação nas propriedades leiteiras? •

49% têm a mão de obra sem conhecimento do propósito;



42% não avalia os dados;



47% não tem procedimentos operacionais;



Em 58% o operador não percebe o problema;



77% dos operadores não têm proatividade.

Fonte: Machado, 2018(Workshop medir para gerenciar)

Benchmarking Leite

Panorama

17.468

7.574 Fonte: Felipe Andrade, 2018

Benchmarking Leite Aditivo Minerais Inseminação Artificial Impostos e Taxas Outros Gastos de Custeio Material de Ordenha Hormônios Reparo e Manutenção de Máq. E Benf.

Medicamento Energia e Combustível Núcleos

Composição do COE (R$/L)

0,00 0,01 0,01 0,02 0,02 0,03 0,03 0,04 0,05 0,06 0,07

COE (R$/L): R$ 0,95 PREÇO (R$/L): R$ 1,47 64,2% das consequências 21,4 % das causas

Volumoso

0,14

Mão de obra para Manejo do Rebanho

0,16

Concentrado 0,000

0,31 0,050

0,100

0,150

0,200

0,250

0,300

0,350

Fonte: Felipe Andrade, 2018

Indicadores Intervalo de Partos Vacas em lactação / Total de vacas Vacas em lactação / Rebanho Produção média de leite Produção / Vacas em lactação Produção / Total de vacas Produção / MDO permanente Preço médio do leite Custo operacional efetivo do leite Gasto com Volumoso na ativ. / RB da ativ. Gasto com Concentrado na ativ./ RB da ativ. Gasto com Núcleo + Aditivo / RB da ativ. Margem bruta da atividade Margem bruta unitária Margem bruta / Vacas em lactação

Unidade Meses % % L/Dia L/Vaca/dia L/Vaca/dia L/dh R$/L R$/L % % % R$/Ano R$/L R$/Cab.

25% MÉDIA SUPERIORES Benchmarking 13,96 83,0 51,0 4.279,59 20,48 17,02 474,42 1,47 0,93 9,51 21,33 4,86 817.861,85 0,52 3.913,84

14,12 79,26 43,12 4.488,09 18,94 15,01 384,80 1,48 1,29 12,33 26,43 3,88 528.581,47 0,32 2.230,66

O que sabemos?  O equilíbrio na composição do rebanho é fundamental para o sucesso econômico e financeiro da atividade, logo: GMD da cria e recria

Idade ao 1º parto

Taxa de prenhez

nº de VL/RT

 Aditivos devem trazer retorno econômico positivo, além dos resultados zootécnicos;

 Novas ferramentas para diagnóstico;  Animais mais produtivos e produzindo são a chave da rentabilidade;  Aditivos e núcleos têm alta correlação com rentabilidade.